O que fazer em Lisboa em 3 dias – Roteiro Completo

Ahh Lisboa lindinha!! Quando pensava em Lisboa, pensava em conhece-la em 1 dia, coisa rápida sabe? Me enganei rs. Pesquisando descobri tanta coisa interessante por lá que acabei montando um roteiro completo com o que fazer em Lisboa em 3 dias. Na verdade eu diria que foram 3,5 dias pois chegamos por volta das 18pm, com isso pudemos aproveitar uma noite extra também.




Sobre Lisboa:

Lisboa é uma cidade com bastante história para contar através de seus monumentos, museus e ruazinhas centenárias. Fatos e personagens que se conectam com a história de nosso Brasil na época da colonização. Lisboa também é um destino belo, de encher os olhos com suas paisagens, praças, com as cores do artesanato português e dos azulejos espalhados pela cidade.

Também é um destino gastronômico e boêmio, são dezenas de restaurantes excelentes, produtos frescos, queijos artesanais e uma diversidade enorme de vinhos. Há um mercado central inteiramente dedicado a alta gastronomia, o Mercado da Ribeira. O que fazer em Lisboa em 3 dias é dizer que você vai passear bastante, comer e beber muito bem.

Bem vindos a Lisboa – Praça do Comércio

Onde se hospedar:

Como de costume, escolhi um hotel na zona central mas não no coração do centro para fugir da muvuca e ao mesmo tempo ter fácil acesso as atrações turísticas. O hotel escolhido foi o Roma Hotel, localizado no bairro Areeiro e ao lado da estação de metrô Roma. Um hotel 4 estrelas surpreendente, fiz uma review completa em outro post.

Onde se hospedar em Lisboa: review completa do Hotel Roma

Hotel Roma em Lisboa

Booking.com

Como se locomover:

Lisboa é uma cidade relativamente grande, com atrações espalhadas por diversos cantos e com um elemento dificultador: as ladeiras. Sim, as famosas ladeiras portuguesas estão presentes em praticamente todas as atrações lisboetas. Você até se arrisca subir uma ou duas mas te garanto, por mais fitness que sejamos, não dá pra rodar a cidade toda a pé rs.

Com isso, uma das maneiras de se locomover por Lisboa é com o transporte público. Esse é composto de:

Acima deixei o link dos sites de cada uma das companhias onde você pode buscar pelos mapas e horários. Outra opção de transporte (que eu adoro) é o City Sightseeing Bus; o famoso ônibus de dois andares que roda a cidade toda e vai parando de atração em atração. Minha recomendação é você comprar o Lisboa Card que inclui todos os itens acima (autocarros, metrô, bondinhos e o ônibus turístico) + as entradas nas atrações.

Assim você vai se locomover pela cidade toda da melhor maneira possível. Eu fiz uma mescla de tudo; saindo do hotel utilizava o metrô até  alguma atração, depois utilizei o ônibus turístico para as atrações mais distantes assim íamos contemplando e o bondinho para fugir das ladeiras como a que chega ao Castelo de São Jorge por exemplo.

Leia mais sobre o Lisboa Card

Lisboa Card e o metrô da cidade

O que fazer em Lisboa em 3 dias, roteiro completo:

Bônus

Como nosso voo chegou por volta das 18pm em Lisboa, tivemos tempo de tomar um banho no hotel e sair pra jantar. Escolhemos a região do Cais do Sodré e um restaurante recomendado pela Didi Wagner: Caldo Verde. Provamos o famoso e típico Caldo Verde, bacalhau e muito vinho. O restaurante fica algumas ruas pra trás da região do Cais mas são ruas lindas e bem típicas. Um lugar agradável, pequeno, muito bem decorado e onde os proprietários vêm até a mesa para se certificar que está tudo bem.

Fachada do Caldo Verde
E o famoso caldo verde com vinho da casa

Dia 1: Belém, Alfama, Baixa Chiado & Fado

O roteiro deste dia não dá pra ser feito em uma segunda feira pois as principais atrações dele estão fechadas. Então vamos lá, a ideia foi sair cedinho do hotel, almoçar algo mais light e voltar ao hotel apenas para se trocar e curtir uma noite de Fado. Começamos usando o ônibus turístico a partir de Campo Pequeno (próximo ao hotel), bondinho para ir do bairro de Belém para Alfama e por fim voltamos ao hotel de metrô no final do dia. Vamos as atrações deste dia.

Parque Eduardo VII: uma das vistas mais lindas da cidade, de frente para um jardim estilo labirinto e inclinado sentido a Baixa Chiado.

Parque Eduardo VII

Pastéis de Belém: vir a Lisboa e não provar os pastéis de nata da pastelaria de Belém (a mais famosa do mundo) é como ter ido a Roma e não ter tomado sorvete. Os pastéis são deliciosos, a pastelaria uma gracinha, você pode inclusive visitar uma parte da cozinha.

Fachada da loja de pastéis de Belém mais famosa do mundo, sempre lotada
Eles realmente são deliciosos, comi 3 🙂 🙂 🙂

Mosteiro dos Jerônimos: fica bem ao lado da pastelaria. O mosteiro foi construído em 1496 por Dom Manuel I e possui uma arquitetura bem característica da época. Ele é lindíssimo e rico em detalhes por todos os lados. Veja aqui como comprar a entrada ao mosteiro com antecedência.

Fachada do Mosteiro dos Jerônimos

Padrão do Descobrimentos: um monumento que fica no caminho entre o mosteiro e a Torre de Belém. Erguido em 1940 para representar o poder histórico de Portugal.

Torre de Belém: as margens do rio Tejo a torre foi construída por volta de 1500 para proteger a cidade dos ataques e invasões. Sua beleza é estonteante, ali em meio a água e com muito verde em volta. Ao lado da torre há uma feirinha de artesanato bem interessante também. Veja aqui como comprar o ingresso a torre antecipado.

Torre de Belém

Centro Cultural de Belém: espaço com exposições artísticas e com atividades que promovem a cultura e arte.

Catedral da Sé: a catedral já fica do outro lado da cidade e ladeira acima sentido Castelo de São Jorge.

Catedral da Sé

Miradouro da Graça: um jardim com uma vista incrível de Lisboa, uma fonte e muitas árvores coloridas misturadas a arquitetura interessante do jardim. Vale apena uma parada rápida no caminho até o Castelo.

Uma graça não é?! Rs

Castelo de São Jorge: uma das atrações mais interessantes que conheci em Lisboa. Uma castelo todo aberto, recheado de oliveiras e com sua arquitetura praticamente intacta. São Jorge é um protetor importante até hoje para a cidade e muitos fiéis.

São Jorge
Caminhando por dentro do castelo, é lindo demais
Sem contar na vista que você tem de toda a cidade de Lisboa do alto do Castelo

Almoço na Baixa Chiado: depois de bater perna por quase toda a cidade, descemos para o bairro da Alfama e escolhemos um restaurante com pé na calçada. Próximo ao arco da Rua Augusta, diria que entre Alfama e Baixa Chiado. Apesar da ideia ser um almoço light acabamos optando por bacalhau e um refrescante vinho verde.

Bacalhau as natas & vinho verde

Noite de Fado: o local escolhido para degustar das músicas românticas portuguesas foi o Sr. Vinho. Uma casa de Fado tradicional e muito chique. O jantar acontece normalmente; você pede as entradas, vinhos, pratos principais etc. Antes da sobremesa duas performances de Fado são realizadas em uma espaço central no restaurante. Para reservar seu passeio antecipadamente há duas opções, com a Ticket Bar ou com a Viator. Reservando com a Viator você tem a opção de uma noite de Fado com um Night Tour bem interessante.

Sr Vinho é um dos Fados mais antigos e tradicionais da cidade
É assim que acontece a performance de Fado
Provamos polvo grelhado que é um prato típico português

Leia mais sobre a Gastronomia de Portugal: principais pratos e sobremesas

Dia 2: Bairro Bairro Alto, Baixa Chiado, Cais do Sodré – Mercado da Ribeira 

Começamos o dia com um passeio por quase toda a cidade com o ônibus turístico e descemos na Praça do Comércio, depois fizemos um zigue zague entre Baixa Chiado – Bairro Alto e Cais do Sodré. Tudo caminhando por ruas lindas e recheadas de comércio.

Praça do Comércio: Palácio Real Português no passado e palco de muitos eventos históricos importantes como as chegadas dos navegadores após suas descobertas.

Arco da Rua Augusta no centro da Praça do Comércio

Rua Augusta: a rua que fica logo atrás ao arco acima, no centro da Praça do Comércio. Uma rua onde não circulam carros, repleta de lojas, cafés e restaurantes com pé na calçada. Um passeio por ela é imperdível.

Rua Augusta

Bolinho de Bacalhau – Casa Portuguesa: logo atrás da Rua Augusta está a casa mais famosa do mundo para bolinhos de bacalhau. Eles realmente são ótimos e podem ser provados com uma cervejinha ou uma tacinha de vinho pois o ambiente é bem gostoso.

Além de deliciosos são lindos

Elevador Santa Justa: um antigo e histórico ponto turístico da cidade pois tem uma arquitetura peculiar, ele é todo feito de ferro e aberto como vocês podem ver na foto. Foi construído a mais de cem anos com o intuito de conectar o Bairro Alto com a Baixa Chiado.

Elevador Santa Justa ou Elevador do Carmo

Convento do Carmo: um convento de carmelitas antigo e com uma estrutura arquitetônica linda. Ele fica posicionado de frente para o Castelo de São Jorge.

Print do Google Street View pois não consegui uma foto tão bela para mostrar o convento

Igreja de São Domingos: um pouco mais pra frente do convento há essa bela igrejinha que me tocou muito. A igreja foi vitima de um forte incêndio no passado, porém suas estruturas ficaram em pé. Com isso a restauração feita manteve o máximo de sua arquitetura e cores originais dando assim um toque lindo. Pra mim representou a beleza da força 🙂

Fachada da Igreja de São Domingos
Por dentro da igreja. É linda não é?
Em frente a igreja está esse lindo chafariz 🙂

Elevador da Gloria: um dos bondinhos mais antigos de Lisboa que liga a Baixa com o Bairro Alto. Além de ser bem divertido andar no bondinho rs, no alto do elevador da Glória encontramos uma praça com uma vista deliciosa de Lisboa. Essa praça estava recheada de barracas de frutas secas, artesanato, vinhos e petiscos.

Elevador da Glória
Vista da praça o topo do Elevador da Glória
As frutas secas estavam ótimas. Você compra os petiscos e senta em mesinhas estilo piquenique na praça
Presunto Cru para petisco

Passeio pelo Bairro Alto: demos uma volta pelo bairro alto, pelas lojas, cafés e praças. Há uma linda praça chamada Luis de Camões que vale uma parada.

Elevador da Bica: descemos de volta pra região baixa de Lisboa com outro bondinho famoso, o Elevador da Bica.

Elevador da Bica

Almoço no Mercado da Ribeira: esse mercado é DEMAIS! Simplesmente um paraíso gastronômico. São diversas opções self service de comidas do mundo todo em alta gastronomia. Você pede seu prato (e vinhos rs) e busca uma mesa na praça de alimentação, acontece que a comida é sensacional.

Mercado da Ribeira
Mais bacalhau 🙂

Jantar em restaurante local: como estávamos mortinhos optamos por jantar em um restaurante local próximo ao hotel, o Don Feijão. Me surpreendeu pois estava delicioso e tem um clima bem tradicional português.

Melhores Alheiras que provei em Portugal foi aqui no Don Feijão

Nesta tarde optamos por caminhar um pouco mais pelas ruas de Alfama e Baixa Chiado, tomar sorvete, entrar nas lojas, comprar souveniers etc. Mas se você quiser conhecer mais da cidade pode ir até o Museu do Azulejo e Parque das Nações, ambos ficam mais afastados da área central mas estão na mesma rota.

Pausa para um sorvete em Alfama

Dia 3: Sintra & Cascais

Aproveite que Lisboa está ao lado de muitas cidades históricas e lindas para fazer um bate e volta para uma delas. Fizemos Cascais e Sintra que estão a cerca de 50kms de Lisboa e são muito fofas. Cascais é cidade praiana e tem apenas uma atração turística que me interessou: Boca do Inferno. Já Sintra é lindíssima e me encantei completamente por ela, recheada de atrações turísticas e esquinas lindas. Dediquei um post completo a esse passeio.

Leia mais sobre o passeio bate a volta de Lisboa até Sintra e Cascais

Boca do Inferno em Cascais: uma quebrada de frente ao oceano
Palácio da Pena em Sintra: uma das inúmeras atrações da cidade

—> Aproveite os descontos da Rentcars, são pra lá de bons, trabalho com eles têm mais de 3 anos e já aluguei carros em diversos países. Recomendo e tenho parceria com eles.

Bom, acho que é isso. Essa é minha sugestão de roteiro e de o que fazer em Lisboa em 3 dias de passeios. Se você tiver mais tempo a cidade tem muita coisa a oferecer, eu voltaria ao Mercado da Ribeira mil vezes por exemplo, passaria mais tempo caminhando pelas ruas da Alfama e tomaria muitos outros sorvetes em formato de flor rs. Mas nesses três dias deu pra ver muita coisa e aproveitar bem.

Foto típica de Lisboa 🙂

Roteiro em Portugal: 10 dias com Lisboa, Fátima, Alentejo e Porto

Deixe seu comentário ou dúvidas e relação o que fazer em Lisboa em 3 dias ali embaixo!!


Planejando sua viagem em parceria com o blog:

bookingReserve seu hotel através da Booking.com, são milhares de opções no mundo todo com garantia dos melhores preços. Conte com opções de cancelamento gratuito, pagamento antecipado e com a confiança de uma empresa com mais de 20 anos atuando com reservas de hotéis.

viatorCompre passeios guiados, privativos, transfers e ingressos com a Viator Tours. Deixe que a Viator organiza seus passeios por você com tours privados, em grupos, saída e retorno do seu hotel, ingressos, shows, city pass, fura filas e muitas outras opções.

Outra opção de parceiro para compra de ingressos para atrações nas principais cidades do mundo é a TicketBar. Descontos especiais e compra antecipada garantida para fura filas, entradas em museus, excursões, tours de bike e muito mais.

cxbncv7e0ug4s8cAluguel de carro no mundo todo, com descontos de até 60%, em 12x sem juros e sem cobrança de IOF através da RentCars. Ela compara todas as operadoras atuantes de seu destino oferecendo melhores tarifas e condições. Flexibilidade e segurança para suas próximas Road Trips.

Chip de celular internacional com cobertura em mais de 140 países, pré pago, internet 4G ilimitada, comprado aqui no Brasil e entregue em sua casa antes de sua viagem. A EasySim 4 U presta esse serviço maravilhoso para você já chegar conectado em seu destino.

Seguro Viagem com a Seguros Promo. As melhores empresas do mercado, cobertura em todos os continentes, para todas as idades e com os melhores preços. Digite o cupom TURISTANDO5 ao realizar sua compra através dos links aqui do blog e ganhe 5% de desconto.

10 thoughts on “O que fazer em Lisboa em 3 dias – Roteiro Completo

  1. Pretendo passar três dias em Portugal,vindo de Londres.Já estive em Lisboa,Cascais,Sintra,Batalha,
    Fátima e Óbidos,que para mim é a mais linda de todas.Desta vez,por ter tempo curto,optei por rever
    somente Fátima (ficou de fora a casa dos pastores!),Nazaré e Óbidos. Já tinha reservado hotel desde ano passado,gosto de viajar com tudo pago.Só o traslado,reservei agora.Tudo muito bom.
    Quando voltar te conto como foi a visita.

  2. Oi, Lu! Que delícia de tempo que vocês pegaram por lá! Meu contato com Lisboa foi só em uma conexão longa, onde consegui dar uma volta pela noite do Bairro Alto e essas poucas horas já me deu vontade de planejar uma viagem mais completa. Também tinha ficado perto da Estação Roma! Seu post me inspirou para colocar estes planos em prática! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *