Viagem para Foz do Iguaçu: dicas completas e um roteiro de 5 dias

Última atualização em

Fazia muito tempo que uma viagem para Foz do Iguaçu estava em meus planos. Que lugar amigos!! Me arrependo não ter ido antes e já quero voltar mil vezes rs.

Uma viagem para Foz do Iguaçu é uma viagem para vivenciar experiências marcantes. É estar diante de uma das 7 maravilhas da natureza. É sentir a força da água e se emocionar. Então vamos as dicas para sua viagem ser perfeita!

Como viajar com milhas - manual completo e atualizado!

Dicas gerais e informações básicas:

Apesar de Foz do Iguaçu ser um destino nacional, localizada no Estado do Paraná, a cidade faz fronteira com Puerto Iguazu na Argentina e com a Ciudad del Leste no Paraguai. E tem muita coisa legal pra ver do lado da Argentina, inclusive o Parque das Cataratas está presente nos dois países.

Com isso, é necessário ter passaporte válido ou RG com emissão nos últimos 10 anos para visitar a região. A CNH não vale pra visitar o país dos hermanos.

Não há obrigatoriedade de vacinas nem de seguro viagem. Contudo, se você pretende esticar sua viagem para outros destinos na Argentina, recomendo contratar SIM um seguro viagem, veja meu relato abaixo.

Seguro viagem para Buenos Aires e Argentina: realmente preciso?

A moeda local na cidade de Foz do Iguaçu é o nosso realzinho. Já do lado argentino, você precisará de pesos. Fizemos câmbio lá mesmo, mas confesso que me arrependi por não ter levado pesos comprados aqui no Brasil. Teria sido muito mais prático e certamente mais barato.

Você pode sim pagar algumas coisas com cartões de crédito mas, a taxa de conversão será maior. Também existe uma única uma taxa de turismo que pode ser paga apenas em cash. Então, o melhor caminho é levar pesos já comprados no Brasil.

viagem para foz do iguaçu
Filas enormes para fazer câmbio em Foz – foto Lu

Quantos pesos levar?

Vou colocar alguns valores abaixo para referência.

  • Taxa de turismo que pode (ou não) ser cobrada na rodovia: 50 pesos por pessoa –> essa é a única taxa que deve ser paga em cash, todo restante dá pra pagar com cartão de crédito.
  • Entrada ao Parque Nacional del Iguazu (para visitar as Cataratas): 560 pesos por pessoa
  • Estacionamento do Parque: 140 pesos por veículo
  • Empanadas (dentro do parque): 100 pesos
  • Cerveja (dentro do parque): 250 pesos
  • Água (dentro do parque): 120 pesos
  • Almoço em Puerto Iguazu (entradas, prato principal, uma garrafa de vinho e uma sobremesa): 1740 pesos o casal
  • Sorvete Cremolatti (500 gramas) em Puerto Iguazu: 180 pesos

Quando planejar uma viagem para Foz do Iguaçu:

Foz é um destino quente, bem quente rs. As temperaturas médias giram em torno dos 30 graus Celsius praticamente o ano todo. Mesmo no inverno (de junho a agosto) o calor bate os 25 graus. Mas qual a melhor época pra visitar a região então?

Eu diria que você pode ir o ano inteiro pra Foz, basta avaliar o que suporta mais. Prefere calor? Então pode ir entre setembro e maio. É da turma do frio? Vá entre junho e agosto.

Entre outubro e março chove um pouco mais. Não acho que isso seja um problema, não há dias seguidos de muita chuva. São chuvas do verão brasileiro que por sinal, podem leva-lo a ter uma experiência melhor ainda.

Quando há excesso de água na barragem de Itaipu, as comportas são abertas e você tem aquele cenário lindo que vê em vídeos; a água saindo da barragem para o escape.

Como chegar:

Foz está a 630 kms de Curitiba e 900 kms de Porto Alegre, fazendo divisa com a Argentina e Paraguai. Uma cidade envolta pela mata atlântica e a terceira mais visitada por turistas no Brasil. Se você é do Paraná ou do Rio Grande do Sul, pode chegar em Foz de carro facilmente.

Se você é de outras regiões do Brasil, dá para chegar até Foz de avião de praticamente todo país. Você vai desembarcar no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. Atualmente, a Azul Linhas Aéreas é a principal operadora de voos pra esse destino. Veja abaixo algumas ofertas de voos para Foz do Iguaçu:

Como se locomover:

Foz do Iguaçu é um destino em que as atrações turísticas estão todas espalhadas pela cidade e são bem distantes umas das outras. As Cataratas estão a 36kms da usina de Itaipu e a 26kms de Puerto Iguazu na Argentina, por exemplo. Há duas maneiras de explorar a cidade com tranquilidade e sem desgaste: alugando um carro ou com passeios privativos.

Eu particularmente prefiro o carro, dá mais flexibilidade e sua viagem pode ser bem dinâmica. Dirigir em Foz e na Argentina é super tranquilo e seguro, você vai encontrar estacionamento em todas as atrações e pode retirar e devolver o carro diretamente no aeroporto.

Aluguel de carros em Foz do Iguaçu – vale a pena?

Aluguel de carro em Foz COM DESCONTO de até 60% em parceria com o Blog

Alternativamente você pode contratar os passeios e transfers individualmente para cada atração, city tour e etc.. Vou colocar os links dos passeios guiados dentro de cada dia aqui deste roteiro e no final do post faço um resumo de todos os links.

Para ir e vir do aeroporto sem carro recomendo contratar esse transfer ida e volta que sai bem mais em conta do que pegar táxi.

viagem para foz do iguaçu
Mapinha com as principais atrações de Foz – fonte Google Maps

Onde se hospedar:

O centro da cidade é a região mais indicada para quem faz uma viagem para Foz do Iguaçu a turismo. É o bairro onde você encontra bons restaurantes, cafés, supermercados, farmácias e os melhores hotéis.

Tive a oportunidade de me hospedar em dois locais no Centro e contei em detalhes minha experiência. Vou deixar os links para esses reviews:

Hotel Wyndham Golden Foz Suítes em Foz do Iguaçu – um hotel quatro estrelas especial. Muito bem equipado para famílias, quartos espaçosos, café da manhã excepcional e uma vista incrível da cidade.

viagem para foz do iguaçu
Fachada do Wyndham – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
Por do sol visto da janela de nosso quarto – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
Essa vista <3 foto Lu
viagem para foz do iguaçu
O quarto conta com uma salinha bem gostosa – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
E uma mini cozinha que ajudou muito com as comidinhas e mamadeiras do Edu – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
O quarto é bem espaçoso e super confortável – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
Café da manhã excelente – foto Lu

Nadai Confort Hotel e SPA – um hotel quatro estrelas, no coração do centro da cidade e com uma ótima infra. Todo fim de dia, a piscina fica animada com música ao vivo e drinks especiais.

viagem para foz do iguaçu
Piscinas do Nadai Confort – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
Nosso quarto e mimos pro Edu <3 Foto Lu
viagem para foz do iguaçu
Café da manhã cheio de guloseimas gostosas – foto Lu

Quanto tempo ficar:

Recomendo uma viagem para Foz do Iguaçu de pelo menos 3 dias, isso considerando que sua oportunidade de visitar a região só te permite ter esse tempo. Se você puder esticar pra 4 ou 5 dias seria perfeito.

Por que digo isso? Pois as atrações são afastadas e nem todas são rápidas de se visitar. Em 3 dias você consegue ver as Cataratas de ambos os lados, Itaipu, Marco das três Fronteiras e comer em bons restaurantes sim. No entanto vai ser bem corrido.

Com esse roteiro de 5 dias que proponho aqui, você fará uma viagem para Foz do Iguaçu completa e tranquila.

Roteiro de viagem para Foz do Iguaçu – 5 dias:

Dia 1 – Chegada & Marco das três Fronteiras:

Aproveite o dia que você chega em Foz pra curtir o Marco das Três Fronteiras (lado brasileiro). Um espaço aberto de frente para o Rio Paraná onde os três países se cruzam: Argentina, Brasil e Paraguai. Além de apreciar a paisagem (que é incrível), esse espaço proporciona um bom divertimento pra família toda.

O Marco das Três fronteiras é uma praça grande onde há um restaurante e algumas lanchonetes, um parque infantil, uma fonte e uma loja de souveniers. Essa área é bem gostosa pra relaxar, sentar em algum banquinho e descansar enquanto as crianças correm e brincam com a fonte e estátuas de índios espalhadas por ali.

Tente chegar um pouco antes do fim do dia, dizem que o pôr do sol é lindo visto do Marco. Também há uma programação especial de shows de luzes, música e eventos que acontecem todas as noites no espaço.

Para essa noite, recomendo jantar no restaurante Locanda que fica dentro do hotel Wyndham Golden Foz Suítes. Os pratos são excelentes, preços convidativos e o ambiente é muito gostoso.

Marco das Três Fronteiras com transfer

viagem para foz do iguaçu
Entrada do Marco das Três Fronteiras. No estacionamento há uma roda gigante. Foto Lu
viagem para foz do iguaçu
Área central do Marco – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
viagem para foz do iguaçu
Foto clássica bem no Marco das Três Fronteiras e o Rio Paraná ao fundo – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Eu fiquei encantada com a vista do Marco das Três Fronteiras – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
Esse é o parquinho infantil que fica dentro do Marco – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Pra fechar o dia, restaurante Locando do hotel Wyndham – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Ótima gastronomia, provamos um bife de chorizo e risoto de alho poró – foto Lu

Dia 2 – Cataratas do lado Brasileiro & Parque das Aves:

Esse dia será dedicado as Cataratas do Iguaçu do lado brasileiro. Há várias opções de passeios que podem ser feitos por lá. Macucu Safári, voo de helicóptero , trilhas ou simplesmente visitar as quedas d’agua. Se você optar por fazer a trilha mais longa do parque, precisa reservar o dia todo –> Trilha do Poço Preto: bike, barco e caiaque

Fiz um artigo falando detalhadamente de como conhecer as Cataratas (tanto do lado brasileiro como argentino) e tudo que você precisa saber ANTES de sua viagem.

CATARATAS DO IGUAÇU – dicas completas do lado brasileiro e argentino

Em resumo; comece o dia indo direto para as Cataratas, planeje sua visita e o que quer fazer no parque. Chegue cedo, compre ingressos antecipadamente e divirta-se. Não se esqueça do repelente, roupas leves, protetor solar e da máquina fotográfica.

TOUR GUIADO CATARATAS lado brasileiro –> Transporte + Ingresso ao Parque Nacional do Iguaçu

Depois de visitar as Cataratas do lado brasileiro, vá ao Parque das Aves que fica do outro lado da rodovia. É um passeio rápido (cerca de uma hora) e especial para quem gosta de contato com os animais e natureza. Crianças geralmente gostam muito pois você caminha dentro dos viveiros das aves. O Edu adorou, saiu do parque imitando a Arara rs.

DICA ESPERTA -> vá ao Parque das Aves depois das Cataratas, mesmo que te falem pra faze-lo primeiro. Os motivos são simples; você estará indo contra fluxo (filas menores). E visitará as Cataratas no momento mais fresco do dia, pela manhã.

A noite, se ainda restar energia, recomendo comer uma pizza da Vó Bertilla. É muito saborosa e o ambiente super familiar. Nós fomos buscar a pizza e comemos no hotel pois a canseira estava forte e Edu precisava de um banho, tete e soninho.

Veja aqui a experiência da Vivi do blog Vivi na Viagem com o Macucu Safári.

viagem para foz do iguaçu
Cataratas vista do topo do mirante do lado brasileiro – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
Família reunida no finalzinho da trilha de 1km para os mirantes – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
É linda demais – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
Esse é o mirante inferior que chega bem pertinho da famosa Garganta del Diablo – foto Lu
viagem para foz do iguaçu
Hotel Belmond Cataratas – quem se hospeda aqui, fica dentro do parque e tem acesso super rápido as Cataratas – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Edu sendo muito bem recebido no Parque das Aves – foto Lu coruja rs <3

Dia 3 – Cataratas do lado argentino & Puerto Iguazu:

Esse é um dia bem cheio e lindo! Prepare o coração!! Ver as Cataratas do lado brasileiro é surpreendente, vê-las do lado argentino é o ápice da emoção. É lindo demais. Não deixe de fazer esse passeio, é muito lindo mesmo.

Primeiramente, para dicas detalhadas de como chegar e o que fazer no Parque Nacional Del Iguazu, leia o artigo sobre as Cataratas (que foi mencionado acima).

De qualquer maneira, neste texto vamos falar dos pontos de atenção; você passará pela imigração para entrar na Argentina, ou seja, precisará ter RG ou passaporte em mãos. Se estiver de carro precisa ter um seguro especial chamado Carta Verde.

Saia do hotel bem cedo para aproveitar o dia, planeje o que fazer no parque (há muitas trilhas e passeios aqui, mais do que no lado brasileiro). Leve pesos para comprar os ingressos, alimentação e pagar a taxa de turismo que pode (ou não) ser cobrada no trajeto e divirta-se.

Se optar por usar o cartão de crédito, tenha pelo menos 50 pesos por pessoa para a taxa de turismo. Também vai precisar de repelente, protetor e roupas leves deste lado. A máquina fotográfica vai lotar de fotos, acredite em mim rs, leve uma bateria e um cartão de memória extra.

Saindo do parque, ainda do lado argentino, vá para a cidade de Puerto Iguazu. Recomendo um “late lunch” no restaurante La Rueda. Sensacional! Uma das melhores carnes que provamos recentemente, vinhos argentinos, empanadas e sobremesas deliciosas. O ambiente é bem típico e os preços também (bem mais em conta que no Brasil).

Na volta pro Brasil, você pode parar no Dutty Free para umas comprinhas, ele fica bem na divisa dos dois países, pouco depois de passar pela imigração.

TOUR GUIADO CATARATAS lado argentino -> Transporte + Ingresso ao Parque Nacional del Iguazu

viagem para Foz do Iguaçu
Passando pela imigração pra entrar na Argentina – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Mapa do parque com todas as trilhas disponíveis – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Sendero Verde é a trilha mais curta (650 metros), combinada com um trajeto de trem e outra trilha de 2200 metros até a Garganta del Diablo – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Trenzinho para a trilha Garganta del Diablo – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
A trilha é quase toda assim, em cima do rio – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Chegando bem pertinho da Garganta – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Família reunida em frente a Garganta del Diablo – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
É demais de lindo!!! Foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
A água tem uma força tão grande, faz um barulho tão gostoso e sopra uns respingos no rosto! Sensacional – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
<3 Foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Restaurante La Rueda em Puerto Iguazu – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Uma cave de vinho com muitos rótulos argentinos – Foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Nossa escolha foi um Malbec tradicional – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
E como todo bom restaurante argentino – cestinha de pães e patê <3 Foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Empanadas artesanais – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
T-bone INCRÍVEL – foto Lu
viagem para Foz do Iguaçu
Pra fechar com chave de ouro, panquecas de “dulce de leche” – foto Lu

Dia 4 – Itaipu & Templo Budista:

Conhecer a usina hidrelétrica Itaipu Binacional é uma parada obrigatória em Foz do Iguaçu. Você pode realizar um tour panorâmico que leva uma hora, passa pelos principais pontos da usina e dá uma visão geral de sua construção, funcionamento e importância.

Ou pode realizar um passeio mais detalhado como o Itaipu Especial, que leva um pouco mais de duas horas e entra dentro de alguns espaços da usina.

Uma opção super adequada para crianças a partir de 3 anos de idade e amantes da natureza é o Refúgio Biológico, um passeio pela floresta que há na usina e faz um trabalho com animais resgatados.

Uma terceira opção é realizar o passeio de catamarã para ver o pôr do sol da barragem. Nós fizemos apenas o passeio panorâmico e foi ótimo, deu pra conhecer bem a usina e o Edu não ficou entediado.

Para comprar os ingressos acesse o site oficial da Itaipu Binacional. Fique atento as instruções, alguns passeios solicitam que você vá de calça e sapatos fechados. Bem próximo a usina, está o Templo Budista Chen Tien. Você pode aproveitar o mesmo dia para conhece-lo.

Como este dia não é tão corrido como os demais, recomendo almoçar em alguma churrascaria, bem comum na região. Nós fomos na Churrascaria do Gaúcho e gostamos bastante, é simples, econômica, buffet de saladas completo e carne de boa qualidade. Outras opções bem recomendadas são: Búfalo Branco, Rafain e Premium.

Passeio Panorâmico Itaipu com transfer

Dia 5 – Dreamland & Hotel ou passeio Ciudad del Leste no Paraguai:

Eu considero esse quinto dia um extra, você pode descansar e curtir a piscina do hotel (quase todos os hotéis têm uma excelente infra). Pode dar um pulinho no Paraguai para fazer umas comprinhas e curtir um pouco de outro país.

Uma opção para quem viaja com crianças é ir ao Dreamland. Um complexo com quatro atrações; um museu de cera, vale dos dinossauros, mini mundo e um bar de gelo. Fomos despretensiosos e nos divertimos muito, especialmente no bar de gelo e no vale dos dinossauros.

O Edu adorou essas atrações e para economizar, nós utilizamos o passaporte Dreamland que dá acesso a todas elas por um preço mais acessível do que comprando cada uma individualmente. Para chegar até lá, caso você não alugue o carro, recomendo pegar um táxi pois ela é bem centralizada. Para o passeio até o Paraguai, ai vai minha sugestão:

Tour de compras no Paraguai com transfer

Uma opção de gastronomia que muita gente faz em Foz é a Noite Italiana (Bella Italia). Um jantar em uma cantina típica com show de dança e músicas. Nós pulamos essa programação, decerto seria demais pro Edu. Mas confesso que fiquei com vontade 🙂

Quero aproveitar e deixar uma dica de leitura completa de onde comer em Foz do Iguaçu, a Vivi do blog Vivi na Viagem fez uma lista deliciosa, veja aqui.

O Murilo do Blog Volto Logo também fez uma lista incrível com 15 dicas do que fazer em Foz do Iguaçu e tem atrações lá que eu não conhecia e não estão aqui 🙂 Vale muito a leitura.

A Sil do Blog suas Próximas Viagens fez o passeio de compras no Paraguai e contou detalhadamente neste artigo. Vale a pena a leitura!

Bom pessoal acho que é isso, abaixo compartilho com vocês alguns blogs amigos que mostram uma visão diferente de Foz e outros passeios bem interessantes.

Ruínas de San Ignacio e Minas de Wanda – a Ma do blog Aos Viajantes fez esse passeio dentro de um roteiro de 5 dias por lá. Neste link ela conta em detalhes.

Passeio de helicóptero pelas Cataratas em Foz do Iguaçu – a Aline do blog Contando Destinos fez esse passeio maravilhoso e conta como foi neste artigo.

Aqui vai o meu resumo de links para os passeios e transfers privativos caso vocês não queiram alugar um carro:

Veja outros artigos sobre Foz do Iguaçu:

Cataratas do Iguaçu – dicas completas do lado brasileiro e argentino

Onde ficar em Foz do Iguaçu – Nadai Confort Hotel & Spa

Hotel Wyndham Golden Foz Suítes em Foz do Iguaçu

Aluguel de carros em Foz do Iguaçu – vale a pena?

Foz do Iguaçu com crianças e bebês – vale a pena?

Aeroporto de Foz do Iguaçu

5 dicas de passeios para gastar pouco em Foz do Iguaçu – blog Chicas Lokas

Salve esse artigo em seu Pinterest:

 

Planejando sua viagem em parceria com o blog:

bookingReserve seu hotel através da Booking.com, são milhares de opções no mundo todo com garantia dos melhores preços. Cancelamento gratuito, pagamento antecipado e confiança de uma empresa com mais de 20 anos atuando com reservas de hotéis

Seguro Viagem com a Seguros Promo. As melhores empresas do mercado, cobertura em todos os continentes, para todas as idades e com os melhores preços. Digite o cupom TURISTANDO5 ao realizar sua compra através dos links aqui do blog e ganhe 5% de desconto. 

cxbncv7e0ug4s8cAluguel de carro no mundo todo, com descontos de até 60%, em 12x sem juros e sem cobrança de IOF através da RentCars. Ela compara todas as operadoras atuantes de seu destino oferecendo melhores tarifas e condições. Flexibilidade e segurança para suas próximas Road Trips

Get Your Guide é uma opção que tem TUDO para sua viagem e com melhores preços; tours privados, transfers, ingressos fura filas, experiências e muito mais. Só o ingresso? Eles tem! Ingresso com transporte? Eles tem! Uma experiência completa por determinada região? Eles tem!

viator Tours guiados e privados, transfers e ingressos com a Viator Tours. Sua viagem toda organizada e independente com a Viator, a maior parte dos passeios são privados ou pequenos grupos, saída e retorno do seu hotel incluindo ingressos e transporte. Experiência completa.

18 thoughts on “Viagem para Foz do Iguaçu: dicas completas e um roteiro de 5 dias

  1. Oi, estou com uma viagem comprada pra foz do Iguaçu e quero tbm comprar logo por aqui, com uma agente de viagens os passeios. Uma mulher me procurou, ela é de lá de Foz me oferencendo pacotes. Porem, ao conversar com meu namorado, ele acha que é melhor comprar os passeios ao chegar lá, pois saem mais em conta. Mas vamos ficar somente 3 dias, vindo embora no 4º dia e penso que comprar por aqui ganharíamos tempo, pois ja chegaríamos lá com tudo certo. Nao sei o que fazer.

    1. Oi Gessica, tudo bem? Eu compraria tudo online antes da viagem! Você tem pouco tempo por lá e não vai querer gastar esse tempo comprando passeios. Além do que, ao chegar em Foz você vai receber MUITAS ofertas de passeios (no aeroporto, hotel, no centro e por todos os lados). Isso parece bom mas fica confuso e só vai te fazer perder tempo. No post deixei todos os links para passeios com a empresa online que confio, se você não encontrar aqui algum passeio que pretende fazer me avisa.
      Beijão

      1. Oi Luciana,
        Então eu adorei seu blog e vai ser muito util.
        Eu quero ir as Cataratas (obvio rs), ao marco das 3 fronteiras, visitar o Paraguai e ao cassino.
        Mas adorei a ideia do catamarã. Vou tentar encaixar tudo, pra não perder nenhum minuto. Hotel vai ser so pra dormir e poucas horas ainda rsrs. Não posso me ausentar muitos dias pois estou em um emprego novo e meu namorado é empresario, então não da pra ficar muitos dias. Mas pensei como voce disse, comprar antes, pq eu consigo encaixar cada programação. Obrigada. Vou no final de outubro e inicio de novembro, vc acha que ja posso comprar os passeios, ou posso esperar ficar mais perto?

  2. Lu, que viagem completa e linda!

    Eu estive em Foz faz alguns anos e infelizmente foi uma passagem rápida que nem tempo de visitar as cataratas do lado da Argentina deu, entre outras atrações que lendo seu post percebi que eu perdi.

    Agora sei que tenho muitos motivos para voltar.

  3. Que post completão! Passei uma semana em Foz e ainda assim não fiz muita coisa que você citou aqui. Sinal que tenho que voltar né? O templo budista, por exemplo, quero muito conhecer!

  4. Oiii! Obrigada pelas dicas, pretendo visitar foz do iguaçu no mês que vem, e tem algumas dicas bem úteis ai, principalmente a de Parque das Aves, iria acabar indo junto com o fluxo, rs.
    Muito bom o post. Um abraço!

    1. Oi Fer, essa do parque das aves eu reforço pra todo mundo que me pergunta se realmente é tão cheio. Só de estar nas Cataratas logo pela manhã já vale, mesmo que não esteja tãooo lotado assim. Boa viagem, depois me conta como foi. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.