Enoturismo

Pousada Casa Valduga

ENOTURISMO – tudo sobre o assunto e os melhores roteiros!

Last Updated on 30 de novembro de 2020 by Luciana de Campos Assis

Os melhores roteiros para quem quer fazer ENOTURISMO e conhecer diversas vinícolas pelo Brasil e pelo mundo.

Sou suspeita para falar quando o assunto é Enoturismo, pois sou apaixonada! Inclusive, aqui no blog você encontra diversos posts com dicas pra aproveitar ao máximo esse tipo de turismo. Vou deixar o link logo abaixo.

Leia mais: Acervo completo sobre Enoturismo – Turistando com a Lu

Se você está em busca de um bom roteiro com Enoturismo, no Brasil ou fora, esse texto vai te ajudar, e muito! Vou compartilhar com você tudo o que aprendi ao longo desses últimos anos viajando e curtindo o vinhos mundo afora. Dicas práticas que te proporcionarão viagens enoturísticas melhores e mais proveitosas.

Por que sim, existem pequenos macetes que facilitam demais o enoturismo. Use o índice abaixo para se guiar ao longo do texto e comece pelo vídeo, que trará um panorama geral de forma dinâmica.

Vídeo sobre Enoturismo

Gravei dois vídeos que abordam praticamente todo o conteúdo desse post. Abaixo deixo o link para o primeiro deles e lá embaixo desse texto você encontrará o segundo:

Dicas práticas para planejar uma viagem

O que é enoturismo?

Enoturismo é um segmento de viagens cujo objetivo é explorar vinícolas, conhecer vinhos, uvas, regiões produtoras, se aprofundar no tema e/ou simplesmente degustar uma boa tacinha e um visual gotoso. E existem diversas formas de se praticar o enoturismo:

  • Visitas a fábricas e caves
  • Passeios pelas parreiras
  • Degustações em ambientes externos (jardins, parreiras)
  • Almoços harmonizados
  • Degustações harmonizadas (com chocolates é uma delícia)
  • Aulas de vinhos e viticultura
  • Preparo do próprio vinho ou espumante
  • Vindima (quando você pode participar da colheita e pisa da uva simbolicamente)
  • Hospedagem em hotéis vinícolas
    • Hotel Vinícola Família Davo
hotéis

E essas viagens enoturísticas podem ser exclusivamente para a prática dessas atividades ou mesclada com outras atividades turísticas tradicionais. Você pode fazer uma viagem até uma região produtora como Mendoza na Argentina ou Champagne na França e dedicar todos os dias para o enoturismo.

Ou pode conhecer regiões como Santiago do Chile onde você naturalmente mescla a visita a uma vinícola com city tour e outros passeios. E mesmo nas regiões onde o enoturismo é a atividade central, você sempre encontrará outras opções de turismo.

Na região de champanhe na França (cidades de Reims e Epernay) visitamos uma catedral histórica, levamos o Edu brincar no carrossel, fizemos muitas compras na rua central e comemos muitos croissants.

Organizando sua viagem

enoturismo
Parreiras em Santiago do Chile – Vinícola Santa Rita

Noções básicas sobre vinhos e vinícolas

Primeira dica para você começar a planejar suas viagens enoturísticas é ter uma noção básica das regiões produtoras pelo mundo e o que cada uma oferece. Para isso você pode assistir vídeos e buscar leituras específicas pra isso.

No final desse texto tem uma lista com todos os livros que recomendo aos amantes de vinhos mas para começar, há dois que são excelentes:

Leia mais: Roteiro em Mendoza na Argentina

Definir o destino a ser feito enoturismo

O segundo passo é definir o destino que deseja conhecer com base em seu conhecimento já adquirido, vontade e condições (climáticas, financeiras e de tempo de férias). Uma vez que você escolheu para onde irá praticar enoturismo, o próximo passo é destrincha-lo.

E para isso recomendo você comprar um mapa enoturístico que ajuda no entendimento. Eu gosto muito dos mapas da Wine Folly.

Eles são vendidos diretamente no site com uma taxa internacional de entrega para o Brasil ou pela Amazon USA. Minha dica é comprar todos eles (são 24 no total) em sua próxima viagem aos Estados Unidos.

Nem todos os destinos contam com mapinhas, então recomendo entrar no site do destino para buscar informações. Por exemplo, quando você entra no site do Visit Califórnia você encontra essa área especial de vinhos aqui.

Leia mais: O que fazer em Porto – Portugal em 3 dias

Definir quais vinícolas visitar

enoturismo
Vinícola Concha y Toro no Chile

Próximo passo é pesquisar e definir quais as vinícolas do local definido. Entre no site de cada uma delas, leia sobre a história delas, o que produzem, como produzem, que uvas você pode conhecer e etc.

Também é legal saber se elas produzem de fato vinhos no local de visita e ainda, se estão abertas a visitação. Nem todas as vinícolas mundo afora abrem suas portas aos turistas.

DICA IMPORTANTE: sempre leia e planeje visitar as vinícolas grandes & também vinícolas menores, familiares e boutiques. Elas são especiais demais! As vinícolas grandes como Moet Chandon, Catena Zapata e Cartuxa merecem SIM sua visita, elas são excelentes salas de aula e contam com vinhos especiais demais.

Mas junto com elas, as pequenas também ganham nossos corações (e paladares) com histórias familiares de superação, desafios que vivem para que seus vinhos cheguem ao mercado e etc.

Muitas vezes, quem nos recebe nessas pequenas produtoras são os proprietários que agregaram uma dose especial de carinho a visita. Os vinhos geralmente são ótimos e em alguns casos chegam a ser até artesanalmente desenvolvidos.

Leia mais: Turismo em Cafayate na Argentina e a rota de vinhos mais ata do mundo

Agendar tours de enoturismo guiados com a Get Your Guide

enoturismo
Passeando pela região da Champagne com a Get Your Guide na França

Uma vez que você já definiu pra onde vai e quais vinícolas vai visitar, o passo final do planejamento é comprar um tour. Pode ser um tour privativo ou compartilhado com outras pessoas o importante é deixar tudo estruturado e organizado pré-viagem.

Nesse sentido, minha recomendação é comprar um tour com nosso parceiro Get Yout Guide, confio MUITO neles, já rodamos por muitas vinícolas com eles. Pra você entender como funciona a GTY; eles encontram os melhores fornecedores locais em cada destino, fazem uma triagem de qualidade e colocam os passeios a venda.

Leia mais: Degustação de vinhos em Buenos Aires

O que me encanta é que eu sempre converso com a Get Your Guide e não tenho preocupações com a gestão da compra, eles fazem tudo! Mas por que é tão importante comprar um tour? Por que você certamente fará degustações concorda? Então nada de beber e dirigir!

E também pois os tours contam com guias especializados que nos trarão contextos históricos e informações importantes ao longo da viagem. E muitas vezes, paradas extras e especiais, principalmente em tours privativos. Vou listar aqui alguns dos tours que recomendo:

Qual a melhor época para praticar o enoturismo?

enoturismo
Mendoza na Argentina em Agosto

Não existe uma época especial para praticar enoturismo, existe sim dois fatores que precisam ser levados em consideração no momento de escolher quando viajar:

  1. Clima e tempo no destino que deseja visitar – está de acordo com o que você quer? Esse item precisa ser leva em consideração pra que você possa curtir a viagem e para garantir a paisagem que deseja.
  2. As vinícolas que deseja conhecer estarão abertas nesta época.

E é apenas isso mesmo que você precisa pensar antes de embarcar. Atenção a época de colheitas (vindima) quando algumas vinícolas permanecem fechadas e outras fazem festas. Também vale lembrar de eventos especiais na região que podem encarecer a viagem.

Leia mais: Rota do Vinho em São Roque – SP

Destinos para quem deseja começar a praticar o Enoturismo

São Roque – SP

Falar sobre destinos para praticar o enoturismo é falar de uma lista sem fins, há vinhos em muitos lugares do mundo. Até mesmo em lugares inusitados como a China. Com isso eu não me atrevo a listar uma lista completa de destinos.

Mas acho super importante listar os lugares de mais fácil acesso para quem deseja começar a praticar essa atividade. E aqui abaixo deixo minha listinha & um vídeo onde falo melhor sobre o tema:

  • Vale dos Vinhedos – Rio Grande do Sul – Brasil
  • Mendoza – Argentina
  • Santiago – Chile
  • Uruguai
  • Portugal

Enoturismo com crianças

viagens pelo interior de SP
Piquenique na Vinícola Terrassos em Amparo SP com Edu

Muitas pessoas me perguntam: “Lu, mas dá pra fazer enoturismo com crianças?”. A resposta é sim, é possível visitar grande parte das vinícolas pelo Brasil e pelo mundo com crianças. É um passeios super “child friendly“? Não, é um passeio possível de ser feito com crianças mas não para as crianças, faz sentido?

Minha recomendação é sempre mesclar o dia de entoruismo com outros passeios focados na diversão das crianças, assim fica bom pra todo mundo.

Também é super importante verificar se a vinícola que deseja conhecer e o tour que você irá contratar aceita receber crianças. Como disse acima, a maioria das vinícolas aceitam sim, mas há algumas que não recebem os pequenos.

Leia mais: Acesse aqui nosso acervo completo com dicas para viajar com crianças

Bom pessoal, essas são as minhas dicas sobre enoturismo para quem deseja começar essa pratica tão deliciosa!

Salve esse artigo em seu Pinterest:

Leia mais e se inspire com destinos e roteiros aqui no blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.