Passeio de Londres até o Castelo de Leeds, Dover e Canterbury

     Londres é a cidade mais visitada da Inglaterra e como não estamos falando de um país territorialmente imenso existe uma grande oferta de passeios que fazem bate e volta de lá com o objetivo de explorar outras cidades e regiões turísticas. Durante minha viagem de 10 dias pelo Reino Unido escolhi fazer dois desses passeios, um deles foi o Passeio de Londres até o Castelo de Leeds, Dover e Canterbury que vou contar nesse post e um segundo passeio que passou por Stonehenge, Bath e Stratford. Achei uma forma prática de conhecer importantes lugares sem ter o desconforto de mudar de cidade (fazer check out, malas etc.).

     Fiz a compra antecipadamente pelo Viator, agência da qual sou parceira (aqui está o link para a compra deste passeio). É um tour fechado em que o guia juntamente com o ônibus no qual você circulará o dia todo te buscam no hotel, o guia especialista é quem organiza o grupo, passa informações históricas e importantes sobre cada atração e  também vai dando dicas bem legais (onde comer, o que fazer etc.). Começamos o passeio com a visita ao Castelo de Leeds, uma viagem de 1,5 horas de Londres.

Curiosidade: o Castelo de Leeds, ao contrário do que parece, não fica na cidade de Leeds,  está localizado na cidade de Maidstone na região de Kent. Ele leva esse nome pois a terra que o abriga teve como primeiro proprietário um senhor Anglo-Saxão chamado Sr. Leed.



Booking.com

Sobre o Castelo de Leeds:

     Em 857 as terras de Sr Leed continham apenas uma pequena construção em madeira destruída em 1119 quando Robert de Crevecoeur construiu a primeira versão do castelo em pedras e rochas. Cercado por água, o castelo era conhecido como uma Fortaleza da Normandia e ficou em posse da família Crevecoeur  até 1278 quando o rei Edward I tomou posse. O castelo passou por diversas famílias reais (até Queen Elisabeth I ficou reclusa nele antes de sua coroação) até que, em 1926 foi comprado pela americana Lady Baillie que o reformou e o transformou em uma instituição o Leeds Castle Foundation,  o objetivo principal de Lady Baillie era manter toda a história que o envolve viva.

     Ao chegar ao castelo provamos um Mild Wine fabricado ali na região, um vinho adocicado e consumido quentinho pelos ingleses durante o inverno, uma antiga tradição que havia se perdido e está na moda novamente. Uma delícia!!! Depois começamos o passeio na parte interna do castelo que passa por diversos cômodos, alguns reproduzidos exatamente como eram na época de Edward I, passamos pelos porões onde eram guardados os alimentos e vinhos, pudemos ver pinturas importantes inclusive uma da Lady Baillie com suas filhas, salas de jantar etc. O passeio é  muito rico em informações, conta a história do castelo e sua conexão com o que estava acontecendo no mundo naquele ano.

     Ao final fomos passear em volta do castelo pois a paisagem é linda, são diversos parques ali ao lado e todos com vistas incríveis. Para os papais, dá pra fazer piquenique, alimentar as aves e tem até um labirinto de arbustos bem divertido (aberto somente no verão). Para ir por conta até o castelo você precisa pegar um trem em Victoria Station até Maidstone East e depois o ônibus da linha Royal Star Arcade (parada M2) e descer no castelo..

Chegando ao Castelo de Leeds
O Mild Wine que provamos
Castelo de Leeds
Por dentro do Castelo de Leeds
Castelo de Leeds visto de fora
Ao redor do Castelo de Leeds
Ainda ao redor do Castelo de Leeds
Os jardins do Castelo de Leeds
O Castelo de Leeds foi construído envolvo de água por todos os lados
E quanto mais você vai se afastando do Castelo de Leeds mas linda a vista vai ficando
Castelo de Leeds
Essa é a melhor vista do Castelo de Leeds

  A segunda parada do passeio é a cidade de Dover na beira do canal da mancha. Para chegar ate a cidade percorremos 43 minutos de estrada por onde o guia foi contando um pouco sobre a polêmica região de Calais na França, que faz divisa com Dover. Deixa eu explicar melhor: a cidade de Dover é a ponta de saída do euro túnel que liga a Inglaterra até a França na qual o trem chega pela cidade de Calais (veja o mapinha abaixo). O que acontece é que Calais virou uma grande área onde refugiados vivem em condições sub humanas aguardando uma oportunidade de imigrar para Inglaterra em busca de uma vida melhor. Um história bem triste mas nossa realidade de hoje 🙁

Sobre Dover:

     Dover é uma cidade praiana e típica inglesa: praia de pedras e gelada rs. É famosa por duas razões: da beira do mar você pode ver a França, há quem diga que dá pra ver até Paris com um bom binóculos, eu male má vi Calais rs. As falésias brancas conhecidas como White Cliffs of Dover também tornam Dover muito procurada por turistas, são penhascos feitos de uma material branco que ficam brilhantes com a luz solar (o dia que fui estava um pouco nublado).

Fato histórico: durante a guerra dos 100 anos entre França e Inglaterra, os soldados ingleses que sobreviviam e retornavam para seu país, chegam por Dover. Com isso as falésias brancas significavam proximidade a terra firme e representavam a segurança de que realmente estavam de volta sãos e salvos.

As falésias brancas de Dover
As falésias brancas de Dover
Mais de pertinho White Cliffs of Dover
Calais na França está ali ao lado
Praia de pedras em Dover
Pedras bem grandinhas até viu – Dover

     Saindo de Dover fomos para a principal atração do passeio: Canterbury. Neste momento eles distribuíram um sanduíche do Subway, uma batatinha e um refri no bus, deu pra enganar a fome. Chegando em Canterbury tivemos um tempo livre para comer e/ou percorrer a cidade depois de visitarmos a catedral junto com o guia, então essa questão da “fome” ficou bem controlada rs.

Sobre Canterbury:

    Canterbury é uma cidade histórica declarada patrimônio histórico da humanidade pela UNESCO. É uma das poucas cidades inglesas que consegue transmitir o clima e contar um pouco da história medieval, ela abriga a primeira e mais importante catedral inglesa: Canterbury Cathedral. A catedral de Canterbury é sede da religião anglicana onde está a cadeira do principal arcebispo do país (o local religioso mais importante da Inglaterra), por dentro da catedral você vai se impressionar com os detalhes e com a beleza da arquitetura inclusive com a visita a cripta subterrânea, poderá conhecer o túmulo de Henrique IV entre outras importantes figuras da história inglesa. Todos os dias de hora em hora é celebrada uma pequena oração.

As ruazinhas medievais que te levam até a Catedral de Canterbury
A potente catedral de Canterbury, por dentro é mais linda ainda!
Catedral de Canterbury
Por dentro da Catedral de Canterbury
Os jardins da Catedral de Canterbury
Ainda por dentro da Catedral de Canterbury
Os vitrais da Catedral são lindos e contam a história de Jesus
Mais vitrais, esse com os arcebispos que passaram pela catedral ao longo da história
Nosso guia que transbordava conhecimento, não consegui contar nem 10% neste post de tudo que aprendi com ele. Show!

     Ao final do passeio paramos no bairro de Greenwich onde nosso guia contou um pouco mais sobre a história do lugar que determina a hora mundial, como e por que foi criado o meridiano de Greenwich etc. Não fizemos a visita ao complexo chamado Peninsula pois estava extremamente nublado, chovendo e muito frio mas, se você estiver num dia bonito vale a pena deixar seu grupo neste momento e seguir pra lá. O complexo abriga a linha-marco de Greenwich, um teleférico e uma atração chamada Up at the O2 de onde você tem uma vista legal de Londres.

     Para quem segue com o grupo e não fica por Greenwich, a parte final do passeio é uma navegação pelo Tâmisa feita com o transporte público até a zona central da cidade, fique com os celulares ou câmaras em mãos pois você vai cruzar por diversas atrações turísticas londrinas que renderão lindas fotos como a London Bridge e Tower of London. E assim termina o passeio, aproveite essa noite para desbravar o bairro de Covent Garden, a última parada do cruzeiro é nos pés desse bairro tão boêmio e gostoso.

Torre de Londres (Tower of London)
Torre de Londres (Tower of London)

Veja outros posts sobre Londres e Reino Unido:

 Roteiro de 10 dias em Londres e Arredores
34 Atrações em Londres – Imperdíveis
Como é o Keystone House Hostel em Londres
Londres e os pubs que você precisa conhecer
Vale a pena comprar o London Pass?
5 museus imperdíveis em Londres

Planejando sua viagem em parceria com o blog:

bookingReserve seu hotel através da Booking.com, são milhares de opções no mundo todo com garantia dos melhores preços. Conte com opções de cancelamento gratuito, pagamento antecipado e com a confiança de uma empresa com mais de 20 anos atuando com reservas de hotéis.

viatorCompre passeios guiados, privativos, transfers e ingressos com a Viator Tours. Deixe que a Vitor organiza seus passeios por você com tours prividos, em grupos, saída e retorno do seu hotel, ingressos, shows, city pass, fura filas e muitas outras opções.

cxbncv7e0ug4s8cAluguel de carro no mundo todo, com descontos de até 60%, em 12x sem juros e sem cobrança de IOF através da RentCars. Ela compara todas as operadoras atuantes de seu destino oferecendo melhores tarifas e condições. Flexibilidade e segurança para suas próximas Road Trips.

Chip de celular internacional com cobertura em mais de 140 países, pré pago, internet 4G ilimitada, comprado aqui no Brasil e entregue em sua casa antes de sua viagem. A EasySim 4 U presta esse serviço maravilhoso para você já chegar conectado em seu destino.

3 thoughts on “Passeio de Londres até o Castelo de Leeds, Dover e Canterbury

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *