Confusão de sentimentos e culpa, muita culpa! Desabafos de uma mãe!

o que fazer em itu

Última atualização em

Hoje resolvi começar a colocar no papel todos os textos que pipocam em minha cabeça quando estou vivenciando algum momento da maternidade. Até então esses textos ficavam esquecidos em minha memória ou escritos em algum txt que logo seria apagado. Até fiz alguns rascunhos aqui no blog e logo deletei.

Mas hoje resolvi escrever e simplesmente escrever essas palavras que pulam naturalmente em minha cabeça. Não vou trabalhar o texto, ele vai sair, esta saindo na verdade! Aqui, nesse cantinho que chamarei de Desabafos de uma Mãe, não vou fazer SEO (quem tem blog me entenderá), não vou me preocupar com quantidade de palavras, imagens, parágrafos e muito menos formatação.

Aqui eu vou soltar o que fica preso em mim, circulando entre o coração e a mente. Vai ser o meu cantinho e, convido você, que chegou aqui sem me procurar no Google ou em qualquer outro lugar, a participar. Te encorajo a deixar seu comentário e/ou contar sua história.

Somos todas mães (ou pais ou cuidadoras/es)! E vai ter alegria, tristeza, culpa, emoção das boas, momentos tensos e etc. Vai ter de tudo por que assim é a maternidade, pelo menos tem sido assim por aqui nos últimos 19 meses.

E meu primeiro tema não poderia ser outro que não A CULPA! Como dizem as pessoas por aí: “nasce uma mãe, nasce a culpa”. E não é que esse ditado é verdadeiro! Nunca me senti tão culpada por levantar a voz para outra pessoa como me sinto hoje, depois que me tornei mãe.

Neste exato momento escrevo o texto com uma taça cheia de vinho e um coração que salta sem parar tentando entender algumas coisas. Um coração que quer saber o por que a mente perde a razão (e grita) com uma pessoa que tanto amamos! Mas vamos por partes…

Edu está numa fase que não quer saber de comer, de jeito nenhum. Fala “naummm”e vira o rosto pra quase tudo. As batatinhas fritas e biscoitos ele come com gosto mas, carninha, cenoura e outras coisas boas é “naum”. No primeiro dia eu relevo, no segundo eu faço vista grossa, no terceiro eu insisto mas respeito a vontade dele, no quarto eu não dou o leite no lugar do almoço e insisto. Já no quinto dia ele come, UFA!

Ufa nada, no sexto dia o “naum” volta com força, assim como todos os meus pensamentos de que ele ficará fraco, que a imunidade vai cair, que estamos bem na época de gripes etc. etc. A preocupação corre e me devasta, a menos de três semanas estivemos no pronto socorro com Edu quase sem respirar por conta de uma forte virose, logo penso: sem imunidade isso vai voltar.

“Eduardo come essa comida AGORA! Você precisa comer, é muito sério! ME ESCUTA E COME!” E lá se foi minha paciência, minha prática de disciplina positiva, minha auto estima, minha confiança, meu chão! Foi tudo embora, em volta de mim está tudo escuro e confuso, eu só escuto o choro do Edu, bem de longe, mesmo ele estando na minha frente.

Pego ele no colo, que chora de soluçar e quase perder o ar, abraço forte, peço desculpas, balanço e canto até ele se acalmar. Engulo o meu choro para conforta-lo, para pedir desculpas e dizer que meu grito é um pedido de socorro que só ele pode atender!

Ele dorme em meus braços, pressuponho ser canseira de tanto chorar. E lá vem ela.. a maldita, a danada, a que nos traz pra realidade e nos faz pensar em mil maneiras de não perder mais a paciência. Ela chega sem pedir licença, a culpa!

Bebê dorme, mamãe chora, mamãe procura aulas de meditação online, reza pedindo a Deus que não a deixe perder a paciência novamente, busca consolo em livros e faz promessa que tudo será diferente. Mas como? Como concretizar isso? Parece uma missão impossível!

Sétimo dia e como estamos? “Naummmmm”!

Ser mãe não é fácil, trocar fraldas e correr pra lá e pra cá é cansativo. Mas pegar essa confusão de sentimentos, organizar, tentar não culpar ninguém e fazer o certo das próximas vezes para que a danada da culpa passe longe é exaustivo, é desafiador!

Você também passa por isso? Me conte tudo e não esconda nada!!! Por aqui estou no processo de mentalização dos sentimentos e buscando conhecimento (sobre mim, meu cérebro e o da criança). Comecei um livro chamado O Cérebro da Criança e já no primeiro dia de leitura (o dia da culpa), devorei 2 capítulos que me ajudaram.

Mas ainda estou buscando maneiras de como “frear” esse momento de explosão. Pensei em sair de perto, respirar, tentar me assegurar que é uma fase, que vai passar. Mas ainda não consegui essa proeza.

 

 

Planejando sua viagem em parceria com o blog:

bookingReserve seu hotel através da Booking.com, são milhares de opções no mundo todo com garantia dos melhores preços. Cancelamento gratuito, pagamento antecipado e confiança de uma empresa com mais de 20 anos atuando com reservas de hotéis

Seguro Viagem com a Seguros Promo. As melhores empresas do mercado, cobertura em todos os continentes, para todas as idades e com os melhores preços. Digite o cupom TURISTANDO5 ao realizar sua compra através dos links aqui do blog e ganhe 5% de desconto. 

cxbncv7e0ug4s8cAluguel de carro no mundo todo, com descontos de até 60%, em 12x sem juros e sem cobrança de IOF através da RentCars. Ela compara todas as operadoras atuantes de seu destino oferecendo melhores tarifas e condições. Flexibilidade e segurança para suas próximas Road Trips

Get Your Guide é uma opção que tem TUDO para sua viagem e com melhores preços; tours privados, transfers, ingressos fura filas, experiências e muito mais. Só o ingresso? Eles tem! Ingresso com transporte? Eles tem! Uma experiência completa por determinada região? Eles tem!

viator Tours guiados e privados, transfers e ingressos com a Viator Tours. Sua viagem toda organizada e independente com a Viator, a maior parte dos passeios são privados ou pequenos grupos, saída e retorno do seu hotel incluindo ingressos e transporte. Experiência completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.