Vinícolas em Mendoza e a cultura do vinho Malbec

Vamos falar de Eno-Turismo? Uma maneira deliciosa de conhecer lugares novos e de quebra degustar vinhos excelentes. Este post vai explorar as Vinícolas em Mendoza na Argentina e a cultura do vinho Malbec.

Uma das principais regiões produtoras de uvas e vinhos Malbec do mundo, Mendoza conta com centenas de vinícolas que abrem suas portas para contar a história do vinho na região e ainda proporcionar degustações em meio a paisagens estonteantes.

dscn3084
Domaine Bousquet – Valle do Uco

São 3 regiões nas quais estão as principais vinícolas de Mendoza: Luján de Cuyo, Maipú e Valle do Uco. San Rafael também é conhecida apesar de estar a 70km de Mendoza. Cada região tem suas peculiaridades; o Vale do Uco tem as paisagens mais lindas, Maipú conta com as produtoras mais importantes e Luján com algumas casas menores porém com vinhos de altíssima qualidade, reconhecidos mundialmente.



Booking.com

Como Luján e Cuyo e Maipú estão mais próximas da cidade e uma ao lado da outra, então dá pra fazer um passeio privado de 1 dia por ambas as regiões. Não recomendo mais do que 4 vinícolas por dia para não ser tão cansativo. Escolha a que mais te chama atenção para o horário do almoço pois é onde você vai passar mais tempo. Já o Vale do Uco requer um dia todo só pra essa região, veja aqui como é um passeio pelo Valle do Uco. Não vá de carro, a pista não é das melhores e você certamente vai provar um golinho dos vinhos (pelo menos). Opte por um passeio guiado ou por contratar um motorista. 

Quais elementos recomendo avaliar na hora de escolher as vinícolas que gostaria de conhecer? A história da empresa (familiar, orgânica etc.), arquitetura do lugar pois algumas têm projetos arquitetônicos fantásticos e até ganhadores de prêmios e por fim o vinho em si. A paisagem do lugar também é importante, dê uma espiadinha nos sites para verificar a que mais te encanta, apesar de toda região ser incrivelmente linda.

Caso você já seja familiarizado com os Malbecs argentinos e tenha preferência por alguma marca, não deixe de conhece-la. Eu e meu marido adoramos a Salentein e conhecer a bodega foi show de bola, pudemos degustar os vinhos que adoramos e conhecer melhor sobre a empresa.

img_4179
Degustação de vinhos na bodega Salentein

Aqui vai uma listinha com algumas das vinícolas separadas por região e alguns comentários que juntei durante minhas pesquisas:

Maipú:

  • Trapiche: localizada em um edíficio de 1912, ganhador de prêmios de arquitetura e reconhecida como patrimônio Mendoncino pelo governo da Argentina.
  • La Rural: fundada em 1885 por um dos proprietários da Rutini. Nela você pode fazer o tour, visitar o museu do vinho e desfrutar de uma vinícola menor, mais intimista.
  • La Azul:  uma bodega recente (2003) e com uma dedicação impressionante dos proprietários em desenvolve-la. É um lugar lindo e me contaram que o almoço por lá é excelente.
  • O Fournier – tem um projeto arquitetônico diferenciado, parada obrigatória para os arquitetos e paisagistas de plantão
  • Tempus Alba: bodega familiar instituída na região por imigrantes europeus que trouxeram consigo as uvas e o conhecimento dos Andes.

Luján de Cuyo:

  • Catena Zapata: produtora de vinhos de altíssima qualidade desde de 1983, com vinhos especiais dedicas aos filhos e esposa do fundador Nicolás Catena.Essa é uma das bodegas que está na minha lista para uma próxima viagem a Mendoza.
  • Luigi Bosca: fundada em 1901 por um imigrante europeu que se uniu a família dos Boscas proveniente da Itália. Também tem uma arquitetura bonita e um vinho de extrema qualidade. Prove o De Sangre, um blend incomum e excelente.
  • Chandon: o ponto interessante de colocar a Chandon em seu roteiro é a degustação de espumantes, algo que não ocorre nas demais bodegas.
  • Nieto Senetiner: focada em desenvolvimento da qualidade do vinho e com uma degustação completa.
  • Pulenta: é uma das mais visitadas por ser produtora de vinhos especiais e limitados.

Vale do Uco:

  • Salentein: incrível, possui uma tradição familiar muito forte e uma sala de apresentações com acústica perfeita. Uma das poucas vinícolas que oferece a degustação de vinhos de “alta gama”, os melhores.
  • Andeluna: a sala de degustações da Andeluna e a paisagem em frente a ela fazem o passeio valer a pena.
  • Domaine Bousquet: vinícola pequena, familiar e com a produção 100% orgânica.

Ir a Medoza é mergulhar na cultura dos vinhos Malbec, entender sua história contada por diferentes produtores, degustar e mergulhar na paisagem do Aconcágua. Uma cultura inserida na região em virtude da forte imigração de italianos e franceses por volta de 1880. Conta a história que os franceses trouxeram as uvas e que os italianos trouxeram a ambição, a união desses dois itens tornaram a produção da uva e dos vinhos uma realidade.

As uvas Malbec se adaptaram muito bem a região em virtude do clima, pouca chuva e muito sol. Hoje em dia, muitas vinícolas têm realizado estudos para melhorar a qualidade das plantações inclusive já estão adaptando ás plantações as altas temperaturas e altitudes do Aconcágua.

Espero que gostem do artigo. Não deixem de ler mais sobre Mendoza aqui


Planejando sua viagem em parceria com o blog:

bookingReserve seu hotel através da Booking.com, são milhares de opções no mundo todo com garantia dos melhores preços. Conte com opções de cancelamento gratuito, pagamento antecipado e com a confiança de uma empresa com mais de 20 anos atuando com reservas de hotéis.

viatorCompre passeios guiados, privativos, transfers e ingressos com a Viator Tours. Deixe que a Vitor organiza seus passeios por você com tours prividos, em grupos, saída e retorno do seu hotel, ingressos, shows, city pass, fura filas e muitas outras opções.

cxbncv7e0ug4s8cAluguel de carro no mundo todo, com descontos de até 60%, em 12x sem juros e sem cobrança de IOF através da RentCars. Ela compara todas as operadoras atuantes de seu destino oferecendo melhores tarifas e condições. Flexibilidade e segurança para suas próximas Road Trips.

Chip de celular internacional com cobertura em mais de 140 países, pré pago, internet 4G ilimitada, comprado aqui no Brasil e entregue em sua casa antes de sua viagem. A EasySim 4 U presta esse serviço maravilhoso para você já chegar conectado em seu destino.

22 thoughts on “Vinícolas em Mendoza e a cultura do vinho Malbec

  1. Amo visitar vinícolas e tomar um delicioso vinho. Um pena que quando fui a Mendoza, já era inverno e como tive pouco tempo, acabou não sendo possível conhecer nenhuma vinícola 🙁 Mais um motivo para eu voltar agora

    Abraços

  2. Mendoza é linda e é imperdível visitar pelo menos uma região produtora de Malbec. Eu optei por Maipu e adorei 🙂 Mas tenho que voltar pra conhecer umas vinícolas que ficaram pendentes…

    Não sou super fã de Malbec (quase chilena, eu gosto é de Carmenere), mas essas visitas são uma maravilha 🙂

  3. Oi Lu, eu ainda não conheço Mendoza, mas motivos não faltam =) e com essas dicas então, facilitou bastante pra escolher qual vinícola conhecer – me encantei com a descrição do Vale do Uco. Excelente post, obrigada por compartilhar as dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *