Roteiro de 4 dias em Dublin e Cliffs of Moher

     Dublin é a capital da Irlanda e uma das cidades mais visitadas pelos amantes da boa cerveja. Esse fato cervejeiro se deve em virtude da cidade sediar o principal bar do mundo: Temple Bar e também por se o local onde é fabricada a famosa Guinness. Mas não é só de cerveja que vive Dublin, neste post com um Roteiro de 4 dias em Dublin e Cliffs of Moher vou contar o quão colorida e histórica é essa cidade; street art por todos os lados se misturam com prédios que fizeram parte da evolução do velho mundo. Já sobre Cliffs of Moher não vou poder falar muito apesar do lugar ser sensacional, vocês logo entenderão.

Praça central de Dublin
Praça central em Dublin – veja como criar seu roteiro de 4 dias em Dublin
DSCN1520
O famoso Temple Bar em Dublin
Dublin
Pelas ruas de Dublin

     Optamos por um roteiro de 4 dias na cidade com o intuito de fazer city tour, conhecer a fábrica da Guinness e ainda aproveitar mais dois dias de passeios pela região, no final acabamos fazendo somente um dia de passeio bate pois usamos um dia para descanso (já vinhamos de 9 dias seguidos batendo perna em Londres). Os quatro dias são suficientes para conhecer bem tranquilamente a city e ainda fazer dois passeios, caso você esteja embarcando somente para conhecer Dublin recomendo pelo menos 2 dias inteiros (city tour + Guinness).

     Chegamos via aérea por volta das 13pm (voando Ryanair de Londres), deixamos as malas no albergue e corremos para o famoso Temple Bar. Um pub ultra tradicional que existe desde 1840 e é super animado!! Banda ao vivo todos os dias, excelentes cervejas incluindo Guinness, as músicas mesclam o tradicional folk irlandês com sucessos como U2 e a decoração do bar é demais. O bar está sempre cheio de turistas animados, interagindo com a banda, cantando, batendo palmas e agitando o ambiente, parece ser uma farra mas é bem tranquilo (vejam o vídeo abaixo). Tomamos umas duas cervejas, curtimos as músicas e depois caminhas pelo Temple Bar district que são diversas ruazinhas cheias de outros bares, lojas, cafés e turistas. As ruazinhas de Dublin são deliciosas para caminhar e tirar fotos; sabem aquelas ruas estreitas de filmes, onde não passam carros, poucas luzes iluminam o caminho repleto de placas e fachadas expondo os brasões dos pubs tradicionalíssimos. Depois de um bom passeio voltamos para o albergue pois afinal de contas nosso albergue em Dublin era maravilhoso, dava vontade de ficar lá rs.. eu conto aqui pra vocês.

IMG_5468
Temple Bar Dublin

     Nosso segundo dia foi intenso, fizemos 3 Free Walking Tours que recomendo com veemência. Um foi pela manhã na parte norte, o segundo foi a tarde na parte Sul e para terminar, o tour da noite foi por alguns pubs tradicionais com direito a rápida degustação de cervejas no primeiro pub, uma aula sobre os segredos da Guinness e uma pint no pub 2, por fim uma degustação uísque com um delicioso jantar. Esse último pub foi palco para as performances do Bono (U2) antes da fama. O último passeio custa 12 euros unicamente por causa das cervejas, os dois diurnos são totalmente gratuitos, você dá a gorjeta que achar melhor ao término do tour (demos 10 euros cada em cada tour pois foram ótimos, achamos justo).

     Falando um pouquinho sobre a cidade de Dublin: ela é cortada pelo Rio Liffey onde fica a Ha´penny Bridge, ao lado sul estão os famosos pontos turisticos: Trinity College, St Patricks Cathedral, Dubh Linn Gardens, Vaiking Dublin, Ha´Penny Bridge, Dublin Castle e Temple Bar District. Ao lado norte você conhecerá: Garden of Remembrance, Moore Street Market, Spire of Dublin, O´Connell Street, 1916 Rising GPO e Famine Memorial. O centrinho da cidade onde está o Spire of Dublin e a O´Connell Street com lojas e restaurantes fica entre as duas regiões, mais pro lado norte. Durante nossos walking tours guiados descobrirmos muita história interessante; começando pela grande disputa pela independência da Inglaterra em 1916 que matou centenas de pessoas, durante o tour você vai passar por onde a batalha começou (1916 Rising GPO) e onde terminou com o seu principal líder morto. Um pouco mais atrás na história, em 1845 temos a grande fome que quase eliminou a população irlandesa do mapa; como a Irlanda não era uma terra muito fértil e não foi industrialmente desenvolvida o retorno financeiro para a coroa britânica era baixíssimo deixando-a esquecida e abandonada por muito tempo. Com problemas de saúde e principalmente a falta de alimentos a população quase desapareceu do mapa.

     Todos os pontos são muito legais: o Trinity College tem uma das bibliotecas mais famosas do mundo, o Dublin Castle é bem peculiar e com uma beleza diferente, a Ha´Penny Bridge que acabou virando Hapenning Bridge, lá no passado (mais ou menos no ano de 1800), quando a ponte foi construída era cobrado 1 penny (uma moeda da época) para que as pessoas cruzassem e assim ela ganhou o apelido, seu nome original era Life Bridge. Enfim, recomendo um dia de city tour por Dublin, é bem gostoso e rico.

Região central de Dublin
Dublin Castle
Dublin Castle
Dubh Linn Gardens
Dubh Linn Gardens
Ha´Penny Bridge
Ha´Penny Bridge
Edifício que serviu de abrigo para os militantes da guerra pela independência em 1916, as marcas de tiro estão lá até hoje
Mais street art pelas ruas de Dublin
Esse foi o muro mais lindo de todos, street art em Dublin
Esse foi o muro mais lindo de todos, street art em Dublin
Molly Malone, uma irlandesa que sofreu muito com as batalhas que o país enfrentou
Centrinho de Dublin
Centrinho de Dublin
St Patrick´s Church Dublin
St Patrick´s Church Dublin
Trinity College Dublin
Trinity College Dublin
Trinity College Dublin
Trinity College Dublin

     Outro fato histórico muito interessante e intrigante é a história do uísque, segundo os irlandeses eles (e não os escoceses) é que criaram o uísque e o produziam em grande escala, exportando inclusive para a Inglaterra. Porém, com as brigas e disputas por territórios a Inglaterra aumentou a taxa de exportação da bebido a um nível que somente a Escócia, que já tinha uma estrutura avançada no país, tinha condições de produzir e exportar. Com isso a industria do uísque na Irlanda quase faliu enquanto a escocesa teve seu momento de glória.

Beer and Whisky Tour em Dublin - recomendado!
Beer and Whisky Tour em Dublin – recomendado!
Nosso guia super “artístico”
Fish and Chips é tradicional em todo o Reino Unido

     Depois de tanta caminhada e bebida, no terceiro dia embarcamos em um day tour para Cliffs of Moher, meu maior perrengue de viagem já vivido! O passeio é pra ser lindo e inspirador pois as cliffs são 8kms de falésias de 200 metrôs de altura a beira do mar com uma vista de fazer qualquer um enlouquecer. No caminho de ida e de volta você vai passando pelo interior da Irlanda, conhecendo casinhas construídas de pedras, cenários de filmes medievais etc. Fizemos uma parada para almoço em um pub ultra interiorano que me fez viajar no tempo, mas se o passeio parece ser tão bom assim você deve estar se perguntando o por que foi meu maior perrengue? O tempo estava fechado de neblina, mas gente estava muito FECHADO!! Vejam na foto o quão invisível tudo estava, eu até tentei ver as falésias de todos os ângulos mas a neblina não permitia. Não conseguimos ver nada; então eu estava ali, bem em frente a uma das maravilhas desse mundo e não pude vê-la (podem chorar comigo por favor?? Rs). Mas entendo que faz parte, não tínhamos como prever afinal a previsão do tempo estava para parcialmente nublado como quase todos os outros dias nos quais as falésias ficam visíveis, foi algo muito atípico mesmo. De qualquer forma eu recomendo o passeio pois a vista deve realmente ser maravilhosa, todo turista que conhecemos fez ou faria esse passeio, dizem ser o melhor bate e volta que há em Dublin.

Pelo interior da Irlanda a caminho das Cliffs of Moher
Pelo interior da Irlanda a caminho das Cliffs of Moher
Pelo interior da Irlanda a caminho das Cliffs of Moher
Foi tudo isso que consegui ver dos Cliffs of Moher gentemmmmmm 🙁 🙁
Esse foi o pub que paramos na metade do caminho para os Cliffs of Moher

     Nosso quarto e último dia foi dedicado para a visitação a fábrica da Guinness, Guinnes Storehouse. Visita que eu super recomendo, na parte da tarde fizemos algumas comprinhas, descansamos e fechamos a viagem em Dublin jantando em um outro pub tradicional com música irlandesa ao vivo e muita cerveja. Em resumo, Dublin é uma cidade antiga que passou por muitas dificuldades em momentos importantes da história e desenvolveu muito bem seu lado boêmio, que está presente nas ruas até hoje. Ah.. estava quase me esquecendo de falar sobre o lado criativo e artístico da cidade: o povo irlandês é um povo criativo, colorido e filosófico; as ruas por todos os cantos estão cobertas de cores nas paredes e praças, obras de extrema importância literária (e extrema complexidade) nasceram ali: o livro Ulysses é o mais famoso. Sem falar na música presente em toda esquina, todos os bares e restaurantes! E não menos importante, ao conversar com o povo você vai entender que eles pensam de uma maneira diferente, muito legal.

Guinness Storehouse em Dublin
Guinness Storehouse em Dublin
Guinness Storehouse em Dublin
Essa é a vista do topo da Guinness Storehouse em Dublin
Guinness Storehouse em Dublin
Mini choppinho da Guinnes
Guinness Storehouse em Dublin
Mini choppinho na Guinness Storehouse em Dublin

O que você deve provar de comes e bebes em Dublin:

Irish Stew: um cozido de carne com legumes e condimentos, perfeito no friozinho.

Guinness Pie: torta de carne cozida por diversas horas na cerveja Guinness, sensacional. Nós provamos uma versão do cozido da cerne com purês, sem a massa da tora (melhor ainda rs).

Iresh Stew (o mais claro) e o recheio da Guinness Pie
Iresh Stew (o mais claro) e o recheio da Guinness Pie

 

Soda Bread: um pão feito com bicarbonato de sódio, tem um sabor parecido com os pães alemães e é bem molhadinho.

Irish Coffee: um cappuccino feito com uísque, começamos o tour com ele e ficou tudo lindo kkk, esquenta bem.

Irish Coffee e Soda Bread com mateiga
Irish Coffee e Soda Bread com mateiga

Cervejas: a tradicionalíssima Guinness e a Red Ale Ohara eu também adorei, muito saborosa.

IMG_5501

Uísques: prove um ou dois que sejam de lá, ao menos que seja fã e queira explorar melhor.

IMG_5574

Compartilhe suas fotos e histórias de viagens usando o #turistandocomaLu nas redes sociais.

Reservando hotéis com a Booking.com através do site da Turistando com a Lu você terá toda nossa assessoria durante sua viagem! Aproveite e clique aqui para conferir as ofertas!

One thought on “Roteiro de 4 dias em Dublin e Cliffs of Moher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *