Japão e um pedacinho do paraíso chamado Okinawa

     Quando pensamos em turismo no Japão pensamos em casinhas típicas, ruas estreitas com pessoas vestidas de quimono, templos orientais e muito peixe cru certo? Certo em partes, ao visitar o país do sol nascente você certamente terá uma overdose de tudo isso mas.. já pensou em conhecer uma ilha paradisíaca com um mar azul cristalino e areia branquinha no Japão? Pois bem, vou contar sobre esse pedacinho do paraíso chamado Okinawa.

     Okinawa é um complexo de ilhas japonesas localizada no  mar da China Oriental, um pouco acima de Taiwan. Como é a única parte do Japão que está localizada em uma zona sub-tropical e por ser banhada por águas estilo caribe ela é o refugio de verão dos japoneses e de muitos turistas do mundo todo. Okinawa ficou sob o comando dos Estados Unidos de 1945 (logo após a segunda guerra mundial) até 1972 quando Richard Nixon resolveu devolver essa beldade ao Japão por questões políticas,  até hoje existem diversas bases militares americanas que são utilizadas para testes.

     Naha é a principal parte da ilha e onde todos os voos chegam, saindo do Brasil certamente você fará uma escala em Tóquio ou Nagoya. Para explorar a ilha é recomendável alugar um carro, dirigir no Japão não é recomendável em cidades grandes como Tóquio porém em Okinawa o transporte publico é muito limitado e dirigir pela região é bem tranquilo e seguro (esse site aqui explica em detalhes). Brasileiros estão autorizados a dirigir em terras japonesas com a CNH e uma PID atualizada (permissão internacional de direção), nesse post aqui explico passo a passo como tirar o PID. Para alugar seu carro veja aqui descontos especiais.

     Recomendo pelo menos quatro dias na ilha considerando que você fará dois dias completos de tours e dois dias completos de descanso à beira da praia. É uma maneira de conhecer um pouco das atrações turísticas que a ilha oferece e também curtir o mar. Vou explicar o que recomendo fazer em cada dia e o que você precisa provar na área gastronômica rs:

Dia 1:

     Chegando em Naha pegue seu carro alugado e fique por Naha mesmo, vá conhecer o Castelo de Shuri que foi declarado patrimônio da humanidade pela Unesco. Depois siga para o Peace Memorial Park que fica no extremo sul da ilha, nesta área você pode visitar diversos memoriais e um museu que conta toda a história da Batalha de Okinawa, aos amantes de história a ilha sofreu o maior ataque marítimo da segunda guerra mundial entre os meses de Abril a Junho de 1945. À noite saia para jantar e prove um Soki Soba, um macarrão ensopado estilo lamen que é feito com trigo sarraceno e pode ser servido quente ou frio, uma delícia!!

Dia 2:

     Siga para Nago pela rota 58 que vai beirando o mar, você certamente fará diversas paradas para fotos lindas. Chegando em Nago recomendo conhecer o Nago Pineapple Park, um parque bem interessante e diferente onde você pode colher abacaxi, degustar os famosos mini abacaxis produzidos na ilha e muito saborosos (Okinawa é exportadora de abacaxi), tem até vinho de abacaxi lá. A segunda atração do dia deve ser o Okinawa Churaumi Aquarium que fica dentro do Ocean Expo Park, esse aquário é extremamente famoso pois foi o maior do mundo até 2005 quando abriu o Georgia Aquarium em Atalnta nos Estados Unidos e ganhou o posto. Pois bem, o Churaumi tem quatro andares de pura aventura rs, são peixes, tubarões e todo tipo de criatura que vive no fundo do mar, quem embarca com criança é uma parada obrigatória. No jantar peça uma entradinha chamada Goya Champuru; um refogado feito com pedacinhos de um legume típico da ilha, ovos e temperos diversos. Outra entrada que recomendo é o Umibudoh; conhecidas como Sea Grapes é uma espécie de alga marinha que vem com umas uvinhas, servido com um molho de soja mais azedinho, uma delícia.

Dias 3 e 4:

     Escolha uma das belas praias que a ilha oferece, selecione um hotel ou resort que tenha bons restaurantes e se possível all inclusive, coloque os chinelos e curta dois dias intensos de muito azul!!! As praias mais recomendadas para isso são: Okuma, Mibaru, Zampa, Sunset, Manza e Moon. Para estes dois dias o que mais vai pesar é a escolha de um bom hotel ou resort pois as praias não têm muita infra (nem de guarda sol e cadeira nem opções para comer e beber), também será difícil caçar mercados e restaurantes na região, justamente por que a maior parte dos turísticas acaba ficando mais tempo no hotel.

     Quando fomos fiquei em dúvida entre Okuma e Manza e optamos por Okuma pois me encantei com o resort. Nos hospedamos no  JAL Private Resort Okuma Beach: pé na areia, praia privativa, completa infra na praia, piscina com bar molhado e 7 opções de restaurantes incluindo um especialista em cozinha de Okinawa. Somente o café da manhã está incluso porém você pode comprar alguns pacotes de refeições e bebidas, o preço do hotel também é razoável, nada de abusos.

     Outra opção de hotel que considerei mas em Manza foi o ANA InterContinental Manza Beach Resort, mesmo esquema do Okuma porém um pouco mais cheio em virtude da quantidade de quartos do hotel. Para quem quiser ficar em algo com mais civilização recomendo Nago, se você se hospedar no Marriott Resort & SPA você vai aproveitar a praia e estar ao lado da cidade.

     Algumas curiosidades: o povo da ilha de Okinawa é bem animado o que destoa dos japoneses no geral, o povo também tem a pele mais moreninha em virtude do sol forte e como todo bom praiano: eles adoram uma cervejinha, tem até a própria cerveja: Onion (uma delícia).

     O que trazer de lembrança de Okinawa? Recomendo trazer uma miniatura dos Shisas que são dois leões protetores posicionados um de frente ao outro, o povo da ilha acredita que eles nos protegem de todo o mal, você vai ver muitos deles por lá em portões, paredes, janelas etc. Quando eu fui a Okinawa acabei não curtindo os dois primeiros dias de passeios que recomendo aqui, optamos por ficar os 4 dias no resort para descansar o que foi excelente mas.. se pudesse voltar no tempo eu faria diferente e exatamente como recomendo aqui.

Compartilhe suas fotos e histórias de viagens usando o  #turistandocomaLu nas redes sociais.

Reservando hotéis com a Booking.com através dos links no site da Turistando com a Lu ou na caixa de busca ali embaixo, você contribui com a manutenção do Turistando com a Lu e ainda conta com nossa assessoria durante sua viagem! Aproveite e clique aqui para conferir as ofertas!

     Quando pensamos em turismo no Japão pensamos em casinhas típicas, ruas estreitas com pessoas vestidas de quimono, templos orientais e muito peixe cru certo? Certo em partes, ao visitar o país do sol nascente você certamente terá uma overdose de tudo isso mas.. já pensou em conhecer uma ilha paradisíaca com um mar azul cristalino e areia branquinha no Japão? Pois bem, vou contar sobre esse pedacinho do paraíso chamado Okinawa.      Okinawa é um complexo de ilhas japonesas localizada no  mar da China Oriental, um pouco acima de Taiwan. Como é a única parte do Japão que está localizada em uma zona sub-tropical e…

Review Overview

User Rating: Be the first one !
0

Sobre Luciana de Campos Assis

Turistar é minha vida! Cada viagem é única, transformadora e sempre apaixonante! Um vício mais do que delicioso! Já conheci cerca de 20% desse mundo; 122 cidades visitadas em 31 países e a parte mais gostosa é voltar pra casa e contar todos os detalhes aos leitores da Turistando com a Lu.

Um comentário

  1. Haha… sempre que ouço sobre Okinawa só consigo lembrar do Karate Kid! 😀 Que legal saber que tem tanta praia e é tão bonito.

Deixe seu comentário aqui